Como diminuir a poluição atmosférica?

É definida como poluição atmosférica a contaminação do ar por resíduos, gases, partículas e outros materiais prejudiciais à saúde humana, à camada de ozônio e ao ecossistema. Uma vez que a atmosfera é justamente uma camada gasosa indispensável à vida na Terra, diminuir os índices de poluentes é um dos maiores desafios da atualidade.

iStock.com / Thomas321 A poluição atmosférica é caracterizada pela contaminação do ar por gases, partículas e resíduos.

Entre os principais causadores da poluição atmosférica podemos destacar a queima de combustíveis fósseis (petróleo, gás natural e carvão mineral) resultante do uso de automóveis, além dos gases emitidos por indústrias e usinas e outras fontes.

Entre as medidas para reverter o quadro de poluição, as mais eficazes são aquelas nas quais há mudança nas fontes que emitem a poluição. São elas:

– Redução do uso de automóveis;

– Utilização do transporte coletivo;

– Incentivo à utilização de meios de transporte não motorizados, como bicicletas.

– Nas fábricas, utilização de dispositivos capazes de filtrar os resíduos antes de lançá-los no ar.

Outra medida importante é o controle de queimadas de florestas. No Brasil, esse problema atinge diversas regiões onde se utiliza a técnica das queimadas para “limpar” o terreno para novas plantações. Isso é extremamente prejudicial para a qualidade do ar, já que gera gás carbônico, fuligem e cinzas, além de destruir o habitat de diversas espécies de animais.

Também é fundamental preservar as florestas naturais e expandir o espaço das áreas verdes em regiões urbanas. Isso ajuda a equilibrar o ambiente e manter elementos da fauna e flora, além de contribuir para a regulação térmica e reduzir a incidência de doenças causadas pela poluição do ar.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.