Entenda como o lixo inorgânico pode ser reciclado

© Depositphotos.com / Shnurochek13 Lixo inorgânico são todos os materiais produzidos pela ação humana.

É definido como lixo inorgânico todo material ou dejeto que não tem origem biológica e foi produzido por meios não naturais, ou seja: pela ação humana. Nesta categoria se enquadram materiais como papel, plástico, alumínio, vidro e metais ferrosos ou não ferrosos.

Todos os dias, as residências produzem uma grande quantidade de lixo inorgânico, composto por latas de alumínio, sacolas plásticas, garrafas PET, papelão, entre outros muitos materiais. Esses resíduos devem ser reunidos em sacolas plásticas e deixados para serem recolhidos pelo serviço de transporte e reciclagem do município.

Vale destacar que o correto descarte deste tipo de lixo é fundamental para evitar o acúmulo de lixo, o que atrai bactérias, fungos e outros animais que transmitem doenças, como ratos. Além disso, os elementos inorgânicos não são biodegradáveis, permanecendo na natureza por várias dezenas de anos, contaminando animais e terras.

Para evitar esse tipo de problema, é fundamental que o lixo orgânico seja devidamente encaminhado para a reciclagem.

Como o lixo inorgânico é reciclado?

Depois de serem coletados pelo caminhão do lixo, as sacolas de lixo inorgânico são levadas para um lixão ou aterro sanitário, onde passam por um processo de triagem. Por isso, é necessário que os artigos descartados estejam devidamente higienizados, sob risco de não serem aprovados para a próxima etapa.

Materiais como o metal são fundidos para ganhar nova serventia, enquanto o papel é submetido a um desfibramento para ser transformado em produtos como papelão ou cadernos.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.