Descubra a quantidade de lixo produzido no Brasil e a porcentagem do que é reciclado

monticelllo / iStock / Getty Images Plus Apenas 3% de todo lixo gerado e produzido é reaproveitado ou reciclado.

Um dos principais problemas ambientais do mundo contemporâneo é, sem dúvida, a grande quantidade de resíduos gerados pela população. Junto com isso, aparece um problema ainda maior, que é a falta de reaproveitamento desses produtos.

Para se ter ideia da gravidade desta situação, dados divulgados pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) apontam que a quantidade de lixo produzido no Brasil vem batendo recorde ano após ano. Em 2015, foram geradas 79,9 milhões de toneladas de lixo em todo o País, número 1,7% maior do que o gerado em 2014.

À primeira vista, considerando o tamanho do território e a quantidade de cidadãos brasileiros, pode parecer um número razoável, mas este é um dado bastante alarmante. Isso porque a quantidade de lixo produzido no Brasil cresce a uma taxa cinco vezes maior que o da população.

Se, por um lado, diversas iniciativas têm sido implementadas para diminuir a quantidade de resíduos gerados — a exemplo de embalagens econômicas e retornáveis, que diminuem os impactos ambientais causados durante sua produção —, por outro lado é necessário explorar melhor uma velha conhecida dos brasileiros que é fundamental para auxiliar nesse quadro: a reciclagem.

Quantidade de lixo reciclado no Brasil

Apesar de muitas cidades contarem com serviços de coleta seletiva destinados especificamente à reciclagem, existem locais em que não existe esse serviço. Para dar conta dessa demanda, existem diversos catadores de itens recicláveis — que podem atuar tanto por si mesmos como para uma cooperativa de reciclagem de resíduos. Esses profissionais são fundamentais para aumentar a porcentagem do lixo que é reciclado no Brasil.

Essas iniciativas, entretanto, ainda não são suficientes. De acordo com dados do Plano Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), apesar de 30% de todo o lixo produzido no Brasil ter potencial de reciclagem, apenas 3% de fato é reaproveitado. Esses números revelam que há um grande desperdício tanto do ponto de vista ambiental quanto econômico e social, uma vez que a reciclagem é uma fonte de renda para milhares de famílias.

Porcentagem de lixo reciclado por setores

Mesmo diante desses números pouco animadores, o que se observa em diversos setores da economia brasileira são exemplos de ações sustentáveis. Um dos principais pode ser encontrado na indústria de produtos agrotóxicos, uma vez que o Brasil é hoje o maior consumidor desses produtos — e também o que mais recicla (94% das embalagens primárias é reciclada, sendo que nas embalagens vazias essa taxa cai para 80%, o que ainda assim constitui um número bastante alto).

Outro setor de extrema importância econômica que adota boas práticas de reciclagem é o de papel: 63,4% de todo o papel com potencial de reciclagem do Brasil é reaproveitado, sendo que essa taxa aumenta a cada ano, segundo a Associação Nacional dos Aparistas de Papel.

Portanto, mesmo que a porcentagem de lixo reciclado no Brasil ainda seja baixa como um todo, diversos setores dão exemplos mundiais e que devem ser seguidos pelos demais.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.