O que são matrizes energéticas?

flickr.com / Otávio Nogueira Em Parnaíba, no Piauí, fica o Parque Eólico Pedra do Sal, o mais antigo do estado, que possui diversas torres de geração de energia eólica.

É chamado de matriz energética o conjunto de todos os recursos energéticos de um Estado, país, região ou continente. No Brasil, a matriz mais consumida é a energia elétrica, representando mais de 75% da demanda interna.

As matrizes energéticas são fundamentais para a economia, uma vez que elas dão as condições necessárias para que diversos processos produtivos se estabeleçam e funcionem de maneira adequada. Isso impacta diretamente no crescimento do país que, ao dispor de infraestrutura energética, consegue aumentar sua produção industrial, a criação de empregos e fazer circular o capital.

Do ponto de vista social, a população beneficiada pelo acesso à energia elétrica também tem uma melhora significativa em sua qualidade de vida. Confira, a seguir, as principais matrizes energéticas existentes:

Matrizes renováveis

Energia solar: não poluente, utiliza placas solares fotossensíveis, que captam os raios solares e os convertem em energia elétrica. Trata-se de uma matriz que pode ser explorada na maior parte do ano, que garante economia e não causa nenhum dano ao meio ambiente;

Bioenergia: este tipo de energia é produzido a partir de resíduos de madeira e lixo orgânico — especialmente resíduos e bagaço do milho e da cana-de-açúcar —, que se transformam em biocombustíveis mais baratos e menos poluentes que os combustíveis fósseis;

Energia eólica: produzida a partir do movimento dos ventos, que é transformado em energia mecânica e elétrica, a energia eólica é bastante explorada em regiões onde a incidência de ventos é maior — a exemplo do Nordeste brasileiro e de Estados como o Ceará, um dos maiores produtores do Brasil;

Energia hídrica: proveniente de hidrelétricas, este tipo de energia é obtida da força das águas. Atualmente, representa mais de 70% do abastecimento nacional.

Matrizes não renováveis

Gás Natural (GNV): está entre as matrizes não renováveis consideradas mais limpas e é utilizado como fonte de energia em diversos setores, especialmente na indústria automobilística;

Petróleo: embora seja uma das matrizes mais poluentes, o petróleo e seus derivados ainda se destacam como uma das fontes de energia mais utilizadas em todo o mundo. Além de ser uma fonte cuja produção é restrita a alguns países e alvo de disputas e guerras, esta matriz é responsável pela emissão de dióxido de carbono, um dos gases mais nocivos ao meio ambiente;

Carvão mineral: assim como o petróleo, este combustível fóssil se destaca como um dos mais utilizados e mais poluentes. Além disso, sua extração está relacionada a condições de trabalho semelhantes à escravidão e causa constantes acidentes dentro das minas.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.