Reciclando as latas de aço

Elas são 100% recicláveis, mas nem sempre vão para os locais corretos.

Estima-se que 30% de todos os resíduos domésticos produzidos no Brasil sejam compostos por embalagens. Do total de embalagens, cerca de 3% são latas de aço. Por ser um material 100% reciclável, elas podem ser reutilizadas infinitas vezes e virar ferramentas, automóveis, geladeiras, dobradiças, maçanetas, vigas para construção civil e novas embalagens.

Vida nova às latas de aço dos alimentos

Milho, ervilha, pêssego, ameixa, frutas em calda, leite condensado, peixes, feijão são alguns exemplos de alimentos acondicionados neste material. Para reciclá-lo, basta passar uma água após o uso e colocá-las no lixo reciclável. O indicado é aproveitar o produto ao máximo até que a lata esteja completamente vazia, para evitar o desperdício de alimento.

Latas de tintas, massa corrida, produtos de higiene entre outros itens também devem ser reciclados.

E as latas de tinta?

Tintas e vernizes quase sempre são embaladas em latas ou galões de aço, porque este material além de ser ambientalmente sustentável, também preserva o produto e evita vazamentos. 

E foi pensando em como orientar pintores, marceneiros e consumidores a fazerem corretamente o descarte de latas de tinta que foi criado o Prolata, em 2012, pela  Associação Brasileira de Embalagem de Aço, a ABEAÇO. 

Prolata é um programa de reciclagem de aço que possui parceria com cooperativas de catadores e pontos de entrega voluntária para viabilizar o retorno deste tipo de embalagens. Até agora, o programa já realizou a destinação ambientalmente adequada de mais de 31 mil toneladas de embalagens de aço pós-consumo, deixando de emitir quase 118 mil toneladas de gases de efeito-estufa na fabricação de novo aço.

Por isso, para saber qual a melhor maneira de descartar as latas de tinta pós-consumo, confira as dicas a seguir:

– Em primeiro lugar, evite as sobras: assim, você economiza o seu dinheiro e poupa o meio ambiente. Antes de ir à loja de material de construção, meça as paredes que precisa pintar. Passe as medidas para o consultor técnico de tintas, um profissional disponível nas melhores lojas do mercado. Ele é o mais capacitado a te ajudar a calcular quantos galões você realmente vai precisar.

– Se sobrar tinta, guarde-a por um tempo: tintas à base de água duram cerca de seis meses (dependendo das condições climáticas e de acondicionamento), mas isso também depende do prazo de validade da tinta, impresso na lata. É só fechar direitinho.

– Nunca jogue restos de tinta no vaso sanitário, pia ou bueiro: que tal doar o que sobrou para um parente, vizinho, amigo ou utilizar para ajudar na pintura da escola do bairro?

– Conseguiu esvaziar a lata? Ótimo! Não é necessário lavar: o filme de tinta que sobra na superfície interna costuma secar em cerca de 24 horas e não atrapalha a reciclagem.

– Procure um Ponto de Entrega Voluntária (PEV) da Prolata, ou cooperativa parceira ou entreposto e entregue a embalagem. A tampa de aço também é reciclável. O material é recolhido e encaminhado a associações e cooperativas de reciclagem de todo o Brasil, gerando renda para milhares de famílias. Confira aqui a lista de alguns endereços e bora reciclar!

Fontes: FRAGMAQ | PROLATA

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.