Reciclagem de papel: consumo consciente

flickr.com / FeatheredTar O consumo consciente de papel também contribui com a economia de água.

Muitas vezes indispensável para as tarefas do dia a dia, o papel está entre os itens mais reciclados no Brasil. Isso porque, de fonte renovável, toda produção de papel no Brasil vem da celulose encontrada em florestas de eucalipto e pinus. Assim, as fibras que constituem essas árvores podem ser transformadas em matéria-prima para que sejam fabricados novos produtos.

Sob o ponto de vista econômico, a reciclagem de papel reduz os gastos de produção, gera empregos, renda e promove a recuperação de materiais que serão inseridos novamente no ciclo de consumo, movimentando a economia. Cooperativas e outros tipos de fornecedores de papel pós-consumo fazem a triagem, classificação e o encaminhamento de todo esse material.

Já sob o ponto de vista da sustentabilidade, a reciclagem cria um balanço ambiental positivo na produção de papel e celulose, utilizando resíduos para aproveitamento energético e na plantação de florestas, cuja função de absorver carbono da atmosfera é essencial. Isso sem contar a grande diminuição de detritos descartados em aterros sanitários.

Entretanto, não é possível reciclar o papel infinitas vezes. A resistência das fibras se perdem, assim como as características que determinam o tipo de papel. Por isso, o consumo consciente deve ser sempre propagado, diminuindo-se o desperdício de papel e o hábito de separar o material reciclável em empresas e residências. E mais! Quando o papel é devidamente separado e não apresenta nenhuma contaminação orgânica, atinge-se uma maior homogeneidade das fibras para a reciclagem.

Usar os dois lados da folha de papel não é utopia. O consumo consciente de papel também contribui, e muito, com a economia de água. Para se ter uma ideia, na produção de um quilo de papel são utilizados 540 litros de água. Achou muito? Então imagine uma empresa com cerca de 50 funcionários, que utiliza aproximadamente 50 mil folhas de papel por mês, por exemplo. Indiretamente, essa mesma empresa está gastando 128 mil litros de água ao mês.

Para você pensar mais sobre o assunto, separamos um vídeo do Instituto Akatu, do órgão responsável pela conscientização e mobilização dos brasileiros pela sustentabilidade. O vídeo foca o consumo consciente, e o papel de agente transformador do cidadão.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.