O que fazer com o lixo eletrônico?

Cada vez mais presente no nosso cotidiano, os eletrônicos tem evoluído com rapidez. E é justamente por esse avanço tecnológico que sua vida útil está cada vez mais curta, o que gera uma grande quantidade de resíduos.

Por conta da evolução tecnológica e o consumo em massa de celulares, computadores e televisões cada vez mais novas, muitos países têm se tornado verdadeiros “depósitos de lixo”, devido o aumento de lixo eletrônico. Como é o caso de Gana, China, Nigéria e Índia, denunciados pelo Greenpeace por serem redutos de celulares, televisões, computadores e outros equipamentos descartados. Porém, um alarmante importante é que todo esse descarte é proveniente de outras regiões como a Europa e América do Norte.

Normalmente, esse tipo de equipamento é descartado quando apresenta algum defeito ou se torna antigo demais para ser utilizado. Porém, um problema que tem gerado debate entre ativistas e ONGs de preservação ambiental é a forma incorreta com que esses eletrônicos estão sendo descartados. Isso porque, esses dispositivos possuem uma grande quantidade de vidro, metal e plástico, que tardam para se decompor na natureza. Além de substâncias químicas como o mercúrio e o cobre, poluidores da água e solo.

Por que fazer o descarte adequado?

No total, o mundo produz, aproximadamente, 40 milhões de toneladas de resíduo desta natureza. Por isso, para preservar o solo, mar e a vida de diversas espécies de animais, inclusive a dos seres humanos, é importante fazer a reciclagem corretamente. Além disso, fazer o descarte inadequado pode causar até um prejuízo financeiro, pois, a Política Nacional de Resíduos vigente no Brasil determina uma multa alta.

lixo eletrônico

Onde descartar lixo eletrônico?

O primeiro passo para uma reciclagem adequada é separar os eletrônicos dos resíduos orgânicos e dos materiais recicláveis para sejam destinados à coleta seletiva. Depois, busque por empresas, cooperativas ou ecopontos próximos à sua residência que aceitem esse tipo de resíduo. Outra opção também é verificar com o fabricante do aparelho se o mesmo aceita a devolução para o reaproveitamento dos recursos.

No caso das pilhas, por exemplo, existem diversos estabelecimentos comerciais como supermercados, bancos e farmácias que têm caixas coletoras que dão o destino certo ao objeto. Já quanto ao descarte de lâmpadas fluorescentes, é preciso ter cuidado, pois, liberam mercúrio ao quebrarem. Por isso, embrulhe bem em um plástico bolha ou jornal e procure locais que reciclem esse tipo de material.

Se o eletrônico ainda estiver em bom uso e seu descarte for apenas pela troca de um mais novo, dê um destino mais solidário para ele. Busque por instituições de caridade que aceitam doações e passe adiante para que outras pessoas tenham a oportunidade de usá-lo.

Com essas dicas você ajuda na preservação do meio ambiente por meio da reciclagem de lixo eletrônico e ainda incentiva a geração de empregos.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.