O que é construção sustentável e por que é importante?

A indústria da construção, por sua própria natureza, é grande usuária de recursos naturais. Mas, com as crescentes preocupações com as mudanças climáticas, há uma pressão maior sobre as empresas do setor para reduzir seu impacto ambiental. Embora existam desafios envolvidos na adoção de métodos de construção sustentáveis, também há grandes benefícios.

O que é construção sustentável?

Construção sustentável significa usar materiais renováveis ​​e recicláveis ​​na construção de novas estruturas, bem como reduzir o consumo de energia e o desperdício. E ela não termina quando a obra acaba, ao contrário. O próprio edifício deve ter um impacto reduzido no meio ambiente ao longo de sua vida. Isso significa que o projeto deve incorporar elementos que tenham uma influência positiva contínua. Isso pode incluir isolamento adequado para evitar perda de calor, painéis solares para reduzir o consumo de energia e materiais de construção com longa vida útil.

Por que a construção sustentável é importante?

Do uso de energia às emissões, a indústria da construção tem um grande impacto no meio ambiente. Na verdade, só ela é responsável por incríveis 36% do uso mundial de energia e 40% das emissões de CO2 .O maquinário pesado ainda depende fortemente de combustíveis fósseis, e mesmo o uso ineficiente de eletricidade pode resultar na queima desnecessária desses recursos.

A mineração de matérias-primas pode resultar na poluição dos lençóis freáticos locais. Apenas a fabricação de concreto já jogou mais de 2,8 bilhões de toneladas de CO2, sem contar o transporte, que também tem grande impacto nas emissões.

A construção também pode resultar em resíduos perigosos e o descarte inadequado pode resultar em poluição que afeta não apenas o meio ambiente, mas também a saúde das pessoas que vivem naquela área.

Que característica tem um edifício verde?

O primeiro requisito é basicamente a essência do respeito ao meio ambiente: a construção deve acontecer em harmonia com as características naturais que envolvem o local. Além disso, ela deve minimizar o uso de substâncias tóxicas, controlar a poluição do ar, da água e do som por meio de tecnologia eficiente.

A reciclagem é um imperativo e vale para tudo, incluindo águas residuais, resíduos de papel, resíduos biodegradáveis ​​e não biodegradáveis ​​e até eletrônicos. A arquitetura verde implica projetos de minimização de resíduos e soluções de reciclagem dentro do edifício. Outro ponto é a utilização de fontes de energia não renováveis, ​​como a energia solar e a coleta de água da chuva para recarregar as águas subterrâneas de forma eficiente.

Os benefícios da construção sustentável

Para além das vantagens ambientais, é fato que um edifício verde vale mais dinheiro e não necessariamente custa mais caro na mesma proporção. Isso porque os custos iniciais podem ser potencialmente mais altos na construção sustentável, mas os resultados podem pagar dividendos. Os chamados edifícios verdes apresentam um aumento de 7% no valor em comparação com os tradicionais e os proprietários podem esperar uma valorização contínua do patrimônio.

Considerando que a construção é um dos setores que mais degradam o meio ambiente e esgotamento dos recursos naturais, não é exagero afirmar que a sustentabilidade é uma necessidade na engenharia civil. A boa notícia é que, apesar dos desafios, o setor de tem o maior potencial individual de eficiência energética e estima-se que 20% de economia seja possível com a adoção do conceito de construção verde. De toda forma, independente disso, cada vez mais, as construtoras e indústrias envolvidas deverão assumir um papel ativo e continuar melhorando seus planos existentes e empreendimentos futuros se quiserem se manterem competitivas – e rentáveis.

Fontes: The Constructor | Conrad Consulting | British Assessment Bureau

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.