Ministério do Meio Ambiente investe para fortalecer reciclagem de alumínio

Pelo acordo, as indústrias de reciclagem garantirão a compra das latas coletadas a preço de mercado

O Ministério do Meio Ambiente firmou um termo de compromisso para reciclagem de alumínio de latas de bebidas. O acordo foi firmado com a Associação Brasileira do Alumínio (Abal) e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) e faz parte do programa Lixão Zero, lançado em 2019.

O termo de compromisso prevê uma série de ações, como, por exemplo, o fortalecimento em 95% das metas de reciclagem no setor; a facilitação de chegada das latinhas aos centros de coleta; e mais investimentos em educação ambiental e financeira para melhorar a renda e condição de vida dos catadores. Outras medidas incluem o desenvolvimento de ações tecnológicas para aumento da produtividade, mais transparência nas informações sobre o processo de coleta e reciclagem e o lançamento do programa Cada Lata Conta.

“Nós temos aqui um exemplo de trabalho entre o setor privado e o setor público. Esse termo de compromisso do setor de latinhas aumentando a meta para 95%, garantindo o valor de compra e lançando o programa Cada Lata Conta”, afirma o ministro Ricardo Salles.

Pelo acordo firmado, as indústrias de reciclagem garantirão a compra das latas coletadas a preço de mercado no Brasil. Para o catador Roberto Rocha, essa aproximação com o setor privado é o mais importante. “Essa aproximação, não tendo intermediários no meio do processo, poderá proporcionar um valor melhor para os catadores, garantindo uma renda melhor para eles.”

O Termo de Compromisso da Lata de Alumínio para Bebidas está alinhado ao cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). O tema vem sendo debatido em todo o país, em audiências públicas, com o objetivo de se construir o Plano Nacional de Resíduos Sólidos (Planares).

O Planares dispõe sobre os instrumentos para avanços na gestão e gerenciamento dos resíduos sólidos no território nacional. Também traz metas, diretrizes e estratégias, tornando-se uma ferramenta fundamental para operacionalizar os direcionamentos da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Consumo de latas no Brasil

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, o Brasil é considerado o maior reciclador de latas de alumínio para bebidas do mundo. Atualmente, são consumidas, aqui, todos os anos, cerca de 30 bilhões de latas de alumínio. O ciclo de reciclagem desse material envolve cerca de 800 mil pessoas, com geração de renda de mais de R$ 5 bilhões por ano.

Lixão zero

O Programa Lixão Zero faz parte do eixo da Agenda Ambiental Urbana, lançada pelo Ministério do Meio Ambiente no ano passado. Por meio desse projeto, o Governo Federal quer erradicar os lixões espalhados por todo o Brasil, fortalecendo o setor da reciclagem e gerando emprego e renda para os trabalhadores do setor. “É muito triste para quem viaja o país todo, como eu viajo, na qualidade de ministro, verificar essa verdadeira epidemia de lixões em todo o território nacional”, disse Ricardo Salles.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.