Basf e Security Matters fazem parceria para rastrear os plásticos recicláveis

A Basf anunciou uma parceria com a Security Matters que visa desenvolver soluções que permitam a rastreabilidade dos resíduos plásticos.

Hoje, compreende-se que os plásticos, quando usados ​​adequadamente, contribuem para um futuro mais sustentável e eficiente em termos de recursos. Mas para avançar em direção a uma economia circular, é preciso que os plásticos não se percam na natureza e  entrem na cadeia da reciclagem, para que sejam recuperados e reutilizados.

Embora haja um grande progresso em direção à reciclagem, o método mais comum ainda é a reciclagem mecânica. Pensando em modernizar esses processos, as empresas se uniram para desenvolver uma tecnologia que permite o rastreamento físico e digital da reciclagem, com o objetivo de melhorar a rastreabilidade e a classificação de plásticos na cadeia de valor.

Como a rastreabilidade do plástico será possível?

Os objetos plásticos serão marcados com uma espécie de “código de barras” que facilitará a identificação do tipo de plástico que contém cada embalagem. Porém, não se trata de um código visível, como os que temos impressos nas embalagens.

Essa tecnologia criada pela Security Matters usa um código de barras oculto à base de produtos químicos que serve para marcar permanentemente qualquer objeto, seja ele sólido, líquido ou gasoso. Esse código de barras é lido apenas com um leitor exclusivo da empresa, que consegue acessar os dados armazenados, que ficam gravados e protegidos por esta tecnologia.

Com isso, é possível que sejam obtidas informações detalhadas do polímero e qual o caminho desse resíduo por todo o processo de produção e distribuição.

De acordo com a Basf, o código de barras suporta os processos de fabricação e reciclagem, sem alterar a aparência ou o desempenho do objeto. Com este código de barras é possível obter uma grande variedade de informações incorporadas ao plástico, que podem ser usadas para melhorar a reciclagem desse resíduo.

“Ao fornecer transparência dos ciclos de vida dos produtos, podemos criar um ecossistema inteiro orientado à tecnologia que promove a circularidade e a sustentabilidade dos plásticos. Juntos, podemos acelerar o progresso da indústria do plástico em direção a uma economia mais inovadora, resiliente e produtiva”, disse Haggai Alon, fundador e CEO da Security Matters.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.