A importância da separação do lixo para reciclagem de materiais

© Depositphotos.com / sahuad A reciclagem de lixo no Brasil ainda é bastante deficiente e precária devido a falta de empresas especializadas em coleta seletiva.

A reciclagem do lixo é fundamental para a conservação do meio ambiente, para a saúde pública e para a economia do país. Apesar de todos os benefícios e vantagens que a reciclagem de lixo proporciona, ainda são poucos os municípios que implantaram a coleta seletiva e incentivam a formação de cooperativas de catadores de materiais recicláveis como forma de geração de emprego e renda. O Brasil perde mais de oito bilhões de reais ao ano pela deficiência na coleta seletiva, reutilização e reciclagem de lixo.

Na maioria das cidades, a reciclagem de lixo só existe pelo interesse de empreendedores que encontraram uma fonte de renda nesse serviço e por conta das pessoas que dependem da coleta de recicláveis para sobreviver. Na contramão do desenvolvimento sustentável, a maior parte do lixo produzido no Brasil ainda é depositada em aterros sanitários ou descartada irregularmente em áreas verdes e cursos d’água, gerando um grande passivo ambiental para as gerações futuras.

Para reduzir a carga de lixo, é necessário adotar o consumo sustentável, ou seja: comprar apenas o que é necessário para viver, sem desperdício. E, sempre que possível, reutilize os produtos para outras finalidades até o descarte definitivo. Mudar o padrão de consumo é vital para a conservação do meio ambiente. Porém, mesmo que o consumo seja mínimo, ainda existe a geração de lixo.

Você sabia que cada tonelada de papel reciclável representa uma economia de 10 mil litros de água e evita a derrubada de 17 árvores? E que 100 toneladas de plástico reciclado é uma tonelada a menos de petróleo consumido? Isso sem contar o potencial da reciclagem para a geração de emprego e renda. De acordo com a Associação Brasileira de Alumínio, cerca de 100 mil pessoas trabalham na reciclagem desse material.

O que fazer para contribuir com a reciclagem de lixo?

Em primeiro lugar, é importante saber reconhecer o que é lixo reciclável. Materiais recicláveis são aqueles que podem retornar à cadeia produtiva, sendo transformados nos mesmos ou em outros produtos. Com isso, é possível reduzir o consumo de recursos naturais como a água.

Depois, é necessário obter informações sobre o funcionamento da coleta seletiva, pública ou realizada por uma cooperativa, além da existência de pátios para o descarte de recicláveis, catadores que passam na região onde você reside ou trabalha e, claro, o ferro-velho mais próximo para doar ou vender seus materiais recicláveis.

Com base nestas informações, é só organizar a separação dos materiais recicláveis. Em estabelecimentos comerciais, convém instalar contêineres apropriados, com a indicação do tipo de lixo que deve ser depositado. Em casa, basta usar sacos plásticos e caixas para colocar os materiais conforme a classificação (papel, plástico, vidro, alumínio, ferro, entre outros).

Vale lembrar que alguns estabelecimentos comerciais realizam a logística reversa, ou seja: instalam pontos de coleta de alguns materiais, que serão devolvidos aos fabricantes ou empresas especializadas, que darão tratamento ao material e farão com que ele retorne ao ciclo produtivo.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.