Entenda qual a importância da reciclagem do papel

KatarzynaBialasiewicz / iStock / Getty Images Plus Hoje no Brasil são reciclados mais de 46% de todo o volume fabricado de papel.

A produção e o consumo de papel no mundo ainda não apresentaram uma redução significativa, especialmente se considerarmos o avanço da comunicação digital. O hábito de consumir informações em material impresso — como livros, revistas, jornais, catálogos e folhetos — ainda prevalece, e o uso de papel para a fabricação de embalagens também continua alto.

O Brasil está entre os maiores produtores mundiais de papel. O ponto positivo é que a reciclagem deste material no País é superior a 46% do volume fabricado. O desempenho, porém, poderia ser melhor se a coleta seletiva fosse uma realidade na maioria dos municípios brasileiros. Estima-se que menos de 15% das cidades possuam um sistema efetivo de coleta seletiva, fazendo com que um volume enorme de papel potencialmente reciclável acabe sendo descartado junto com o lixo comum.

6 fatos que mostram a importância da reciclagem do papel

  • A reciclagem de uma tonelada de papel evita a derrubada de cerca de 20 a 30 árvores adultas;
  • A fabricação de papel reciclado proporciona a economia de aproximadamente 80% da energia que seria gasta na produção de papel com matéria-prima virgem;
  • A produção de uma tonelada de papel reciclado utiliza cerca de 2 mil litros de água. Para fabricar uma tonelada de papel, novo são necessários aproximadamente 100 mil litros de água;
  • A reciclagem de papel gera mais empregos. Em relação à produção de papel novo, a quantidade de postos de trabalho é cinco vezes maior na cadeia de reciclagem e 10 vezes superior em comparação com o serviço de coleta e destinação final de resíduos;
  • Economia de gastos públicos com a limpeza das vias, coleta e destinação final de resíduos sólidos, uma vez que o descarte de papéis no lixo comum ou em nas ruas diminuiria;
  • Reduzir a produção e consumo de papel tem impacto positivo, uma vez que haverá menos emissões atmosféricas poluentes.

Tipos de papel recicláveis

  • Papeis recicláveis: jornal, papelão, envelopes, papel cartão, papel de fax e impressos em geral;
  • Papeis não recicláveis: papel toalha, papel higiênico, folha de carbono, adesivos, etiquetas e papel fotográfico.

Vale destacar que o processo de reciclagem do papel exige que o material seja triturado para, depois, ser misturado em água e ser submetido a centrifugação, branqueamento e refinamento. Para facilitar essa etapa, a Fragmaq oferece diversos modelos de fragmentadoras de papel que garantem agilidade para segmentos variados.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.