Entenda o que é resiliência ambiental

© Depositphotos.com / nejron Resiliência ambiental acontece quando um determinado sistema tem a aptidão de recuperar o equilíbrio depois de ter sofrido uma perturbação.

Resiliência é a capacidade de uma pessoa, objeto ou meio se adaptar às novas circunstâncias após ter sofrido algum tipo de influência externa que tenha modificado suas características. Em ecologia, a resiliência é um conceito que diz respeito à capacidade de um sistema recuperar seu equilíbrio após ter sofrido uma perturbação.

O termo “resiliência” ganhou notoriedade na década de 1970, por meio de um trabalho desenvolvido pelo ecologista canadense Crawford Stanley Holling, que descreveu a persistência da natureza em relação às mudanças no ecossistema — seja por motivos naturais ou antropogênicos.

Holling e outros ecologistas apontam que a resiliência depende de quatro fatores. São eles:

  • Latitude: quanto um sistema pode ser mudado antes de perder sua capacidade de se recuperar;
  • Resistência: resistência do sistema antes de passar por alguma mudança;
  • Precariedade: quão próximo está o sistema de seu limite;
  • Pananarquismo: quanto e como os níveis do ecossistema podem ser influenciados por outros.

Resiliência ambiental e capacidade adaptativa

Um conceito que anda de mãos dadas com a resiliência ambiental é a capacidade adaptativa, que diz respeito à capacidade de o ecossistema lidar com as mudanças. A Terra tem um limite de resiliência, que os cientistas ainda não têm conhecimento certo. O que se sabe é que já se usou 30% dos recursos naturais além das possibilidades de recuperação. Os seres humanos são os principais responsáveis por causar interferências que provocam a morte de diversas outras espécies.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.