Entenda o que é Produtividade Primária Líquida e seus fatores

Carita Liberato / iStock / Getty Images Plus Estima-se que para respirar, a planta aproveita de 1% a 5% da energia solar.

Na cadeia alimentar, os seres vivos são classificados entre produtores (autótrofos, ou seja, que são capazes de produzir seu próprio alimento), consumidores (heterótrofos, que precisam ingerir outros organismos para obter a energia necessária para sobreviver) ou decompositores (capazes de reciclar a matéria orgânica para obter energia).

O que é Produtividade Primária Bruta (PPB)?

A Produtividade Primária Bruta (PPB) corresponde à quantidade total da produção de matéria orgânica em um ecossistema. O cálculo é feito da seguinte forma: PPB = quantidade de matéria orgânica em gramas/período/área ambiental.

A Produtividade Primária Bruta, portanto, refere-se ao total de energia que é sintetizada pelos organismos que ocupam a posição de produtores na cadeia alimentar por meio de dois processos: fotossíntese e quimiossíntese. Este é um conceito que diz respeito aos seres autótrofos, que produzem oxigênio e material orgânico que é disponibilizado são disponibilizados aos seres vivos consumidores.

Para chegar à Produtividade Primária Líquida, é necessário descontar da Produtividade Primária Bruta o total de matéria orgânica que consumida pelos seres vivos da área ambiental pesquisada. Então, temos que: Produtividade Primária Líquida = Produtividade Primária Bruta – matéria orgânica consumida no processo de respiração dos autótrofos (R).

Quais são os fatores de produtividade?

Os fatores que influenciam a produtividade do ecossistema são: água, luz, gás carbônico e os nutrientes disponíveis. Quanto mais luz solar o sistema receber, maior será a produtividade. Sendo assim, em regiões tropicais — onde há mais incidência solar e as temperaturas são mais altas ao longo do ano — a produtividade é superior em relação aos lugares de clima temperado, frio ou polar.

Estima-se que 5% da luz solar seja transformada em Produtividade Primária Bruta. O percentual transformado em Produtividade Primária Líquida varia de 2,5% a 4%. Para a respiração, a planta aproveita de 1% a 5% da energia solar. Estes dados revelam que a luz solar não é o único fator importante para a produtividade: se não existe água no local, como nos desertos, a produtividade é baixa, pois o solo não oferece condições para o desenvolvimento de variadas espécies.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.