Entenda a importância do descarte correto de pilhas e baterias

Embora sejam muito importantes para alimentar uma série de produtos utilizados na vida cotidiana, pilhas e baterias podem ser dispositivos muito nocivos quando descartadas de maneira incorreta. Quando são jogados no lixo doméstico, esses itens vão parar em aterros sanitários ou lixões, onde liberam componentes tóxicos que contaminam o solo e os lençóis freáticos.

 

flickr.com / Rob Nunn Quando jogadas no lixo doméstico, pilhas e baterias acabam em aterros sanitários ou lixões, onde liberam componentes tóxicos que contaminam o solo e os lençóis freáticos.

Essas substâncias tóxicas são, em geral, mercúrio, chumbo e cádmio, componentes que também podem ser prejudiciais para os próprios aparelhos eletrônicos que alimentam. Por isso, é recomendado que elas sejam removidas assim que param de funcionar, impedindo vazamentos.

Desde 2012, existe no Brasil uma lei sobre uso, descarte, transporte e reciclagem de pilhas e baterias. Segundo ela, é dever do fabricante receber de volta as pilhas e baterias, dando o destino adequado a eles — seja de reciclagem ou descarte de maneira a eliminar os riscos ao ambiente e à saúde.

Para o consumidor, a lei determina o dever de descartar esses dispositivos em locais de coleta seletiva específicos, que podem ser encontrados em postos de vendas e fábricas. Caso não seja possível levar as pilhas e baterias imediatamente para o lugar de coleta, é recomendado que o armazenamento do produto seja feito com cuidado, de preferência em um recipiente fechado ou em uma sacola plástica.

Dica da Fragmaq

Use pilhas recarregáveis sempre que possível. Assim, além de poupar dinheiro, você reduz a quantidade lixo produzido em casa.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.