Entenda como é feita a reciclagem industrial de papel

iStock.com / monticelllo A reciclagem do papel é uma medida fundamental para a preservação ambiental.

O papel é um material amplamente utilizado no dia a dia: do bloco de anotações a diversas embalagens, muitos produtos são fabricados a partir do papel — e, consequentemente, de fibras de celulose, sua matéria-prima básica.

Esse material é extraído da madeira, que passa por um longo processo até ser transformada em papel. Além do corte de árvores, a fabricação do papel está associada a impactos ambientais como a utilização de produtos químicos para o branqueamento das folhas, o que causa poluição do meio ambiente. Por conta desses impactos, o reaproveitamento do papel é fundamental para a preservação ambiental.

Como é feita a reciclagem industrial de papel

A reciclagem industrial do papel é dividida em várias etapas. A primeira delas é o recolhimento do material, que é separado de acordo com seu tipo e é submetido a um controle de qualidade. Em seguida, o papel é misturado com água e triturado por uma espécie de liquidificador gigantesco chamado hidrapulper. A massa formada é peneirada e refinada, recebendo aditivos como sulfato de alumínio e amido de mandioca.

Em seguida, a massa a ser reciclada é diluída em água e “derramada” em uma tela que serve como forma para o novo papel. O material é enxugado e prensado, já recebendo a gramatura de papel. A folha úmida é, então, levada para secagem.

Por fim, a folha de papel é enrolada, formando uma bobina. Esses rolos são distribuídos para diversos produtores, que transformam o material reciclado em caixas de papelão ou outros produtos parecidos. Este material pode ser novamente reciclado, reiniciando o ciclo.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.