Engenheiros desenvolvem placa de pavimento solar

A combinação de plástico reciclado e células solares para um futuro mais verde.

Cidades inteligentes e um futuro sustentável exigem soluções inteligentes e sustentáveis! A Platio, startup húngara, fabrica painéis solares com resíduos de plástico. A empresa foi fundada em 2015 por dois jovens engenheiros e um paisagista da Hungria. A ideia principal era criar uma empresa especializada que utiliza do plástico descartado (reciclável) para criar pavimentos que podem ser utilizados em calçadas, casas, praças, prédios, entre outros locais.

A equipe afirma que pode alimentar edifícios e dispositivos eletrônicos, fornecendo energia solar para lugares onde antes não era possível. Com tantas superfícies pavimentadas pelas cidades, seria um verdadeiro desperdício não utilizá-las para a captação e produção de energia solar. Assim, com os pavimentos da Platio Solar, é possível substituir o concreto de forma excelente, além de trazer a economia da capacitação solar.

Além disso, os pavimentos são versáteis podendo ser utilizados em praticamente qualquer tipo de construção. O que certamente contribui e muito para o sucesso da Platio Solar, que já traz resultados excelentes, tanto para a empresa, quanto para o mundo todo.

Miklós Illyés é um dos três amigos húngaros que tiveram a ideia em 2015. “Nosso produto não foi feito para substituir os tradicionais painéis solares de telhado, por exemplo, mas para ser um esforço complementar para usar energia limpa onde outros recursos energéticos não estão disponíveis”.

Na prática

Foto: Ekko Green

Além dos pavimentos gerarem energia limpa, é ecologicamente correto, pois sua base é feita de plástico reciclado.

Esses pavimentos funcionam muito bem como substitutos para o concreto utilizado pela construção civil. Trazendo uma alternativa mais sustentável para as construções e afins. Porém, estes pavimentos são muito mais do que isso. Além de utilizar resíduos plásticos, vindo da reciclagem, os pavimentos da Platio Solar trazem ainda mais benefícios. Através da tecnologia de células fotovoltaicas, que também está presente nos pavimentos, é possível gerar energia solar através dos pavimentos. Garantindo assim uma produção de energia solar, para quem utilizar delas.

A empresa diz que usa o equivalente a 400 garrafas de plástico para fazer um metro quadrado de pavimento solar. Miklós afirma que essa mistura torna os tijolos mais duráveis ​​do que alguns outros materiais na indústria de construção de estradas e embora seja mais para humanos do que para veículos, o asfalto pode “facilmente carregar o peso de um caminhão pesado”.

Demorou alguns anos, mas agora o produto está disponível em 36 países.

Os resultados da Platio Solar em cinco anos é bastante surpreendente e animador. Onde para gerar os pavimentos, foi utilizado mais de 32 toneladas de resíduos plásticos, o que contribuiu e muito para diminuir toda a quantidade imensa de plástico descartado. Uma unidade de painel solar fornece cerca de 20 Watts de energia. E uma superfície de 20-30 metros quadrados pode fornecer energia suficiente para uma casa de família em clima de extremo frio.

Fontes: Euronews | Ekko Green | Platio Solar

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.