Conheça os principais tipos de pirâmides ecológicas

istock.com / mrgao A pirâmides ecológicas são utilizadas para compreender quais são os tipos de seres vivos estão presentes no ecossistema e como é a troca de energia entre eles.

Há uma infinidade de estudos e teorias a respeito da ecologia do planeta. Entre elas, podemos citar como uma das mais conhecidas: a que representa um ecossistema em tipos de pirâmides ecológicas.

O que é e como funciona uma pirâmide ecológica?

As pirâmides ecológicas são uma representação gráfica de determinado ecossistema, permitindo ao pesquisador compreender melhor como ele funciona. Um ecossistema é definido como um conjunto de fatores que representam o local onde diversos tipos de espécies vivem e compartilham o mesmo ambiente.

As pirâmides, portanto, ajudam a compreender quais tipos de seres estão presentes nestes ecossistemas e como é a troca de energia entre eles. Dividida em camadas, a pirâmide tem em sua base os seres vivos produtores, seguidos dos consumidores primários e secundários e assim por diante. Ou seja: a quantidade de camadas de uma pirâmide ecológica pode mudar de acordo com cada ecossistema.

Há diversos tipos de pirâmides ecológicas, e cada uma delas visa facilitar a leitura dos estudiosos. É importante salientar que, visualmente, ela nem sempre se transforma em uma pirâmide perfeita. Pode acontecer, por exemplo, que a base seja menor do que as demais camadas, ou que camadas que ficam mais próximas do topo se tornem mais representativas.

Principais tipos de pirâmide ecológicas e suas características

De forma geral, existem 3 tipos de pirâmides ecológicas, que se diferem de acordo com características específicas. São elas:

A primeira delas, conforme seu próprio nome indica, informa numericamente a respeito da quantidade específica de indivíduos que fazem parte de cada uma das camadas da pirâmide. Ela diz, por exemplo, a quantidade exata de gafanhotos, pássaros de determinada espécie presente no ecossistema. É um dos tipos de pirâmides ecológicas mais utilizadas.

A pirâmide de biomassa também representa quantidade, mas não de indivíduos: de matéria orgânica existente no organismo de cada um deles. A pirâmide de biomassa, entretanto, ignora toda a água presente dentro do ser vivo e representa somente o que há de peso seco.

Por último, a pirâmide ecológica de energia representa a quantidade energética acumulada por volume, área ou unidade de tempo, dependendo de como o pesquisador deseja. Assim, ela consegue demonstrar claramente qual é o fluxo de energia presente em cada uma das camadas.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.