Como os aviões são reciclados?

Quando a vida útil de um avião chega ao fim, a única coisa que resta é a reciclagem. Ao invés de suas peças irem para os aterros ou ir parar no meio ambiente – contaminando a água e solo – elas podem ser reaproveitadas de várias maneiras.

Por isso, a reciclagem de aviões vem sendo, cada vez mais, um modelo de negócios atraente. Se por um lado é necessário lidar com grandes volumes de materiais, o que demanda certo investimento, por outro, a matéria-prima é abundante e pode ser reaproveitada quase que totalmente.

Como funciona?

Uma aeronave é formada por vários componentes e materiais totalmente recicláveis. Vidro, compostos de fibra de carbono, alumínio, fios, têxteis, dispositivos eletrônicos, espuma, titânio e ligas de aço, são alguns dos principais.

Os mais valiosos são os motores e as peças, que podem ser reutilizadas ou recondicionadas. Essas peças de alto valor proporcionam a lucratividade das operações de reciclagem, especialmente se o avião tiver registros de manutenção detalhados sobre o histórico dessas peças.

A recuperação da carcaça da aeronave é menos lucrativa do que a recuperação de peças. Embora ainda seja uma indústria jovem, a reciclagem de aeronaves está se tornando uma prioridade urgente, à medida que são substituídas por modelos mais modernos.

Reaproveitamento das peças

Depois de recuperados e processados, os materiais retirados ​das aeronaves são usados ​​para produzir itens como placas de circuito, computadores e TVs.

Algumas peças do avião podem ser recuperadas ou recondicionadas para reutilização em aeronaves novas, ajudando a reduzir os custos de produção. Hoje em dia, as novas aeronaves estão sendo projetadas para que suas peças possam ser reutilizadas e recicladas com mais facilidade, quando a sua vida útil chegar ao fim.

Representante da indústria de reciclagem de aviões

A norte-americana Aircraft Fleet Recycling Association (AFRA) é reconhecida como a principal associação comercial do mundo dedicada a promover e buscar as melhores práticas ambientais na reciclagem e recuperação de peças e materiais de aeronaves. A sua criação permite o gerenciamento sustentável de motores e fuselagens de aeronaves que não podem mais voar. Até hoje, os seus associados contribuíram para a destinação correta de aproximadamente 2 mil aviões.

Estatísticas da Indústria

A AFRA estima que nos próximos 20 anos 12 mil aviões, que valem cerca de US$ 1,3 trilhão, chegarão ao fim de suas vidas. Estima-se que 90% de uma aeronave pode ser reciclada, o que era menos de 50% há apenas alguns anos.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.