A maior usina solar do mundo

© Depositphotos.com / anchan_uk A usina será responsável por abastecer energeticamente em torno de 72 mil residências.

Atualmente, por todo o mundo, diversos pesquisadores, cientistas e ecologistas têm debatido e pressionado empresas e governantes em torno da questão ambiental. Aquecimento global, emissões de poluentes, sustentabilidade, energia renovável, dentre muitos outros temas, são assuntos já tradicionais em nossos noticiários.

Sabemos também que o nosso planeta já não teria mais forças para suportar mais uma quantidade de emissões feitas por países desenvolvidos, como por exemplo, os Estados Unidos.

Frente a isso tudo, novas tecnologias estão sendo criadas e aprimoradas. Aqui no Brasil, um país considerado ainda como pequeno emissor de CO2 se comparado aos Estados Unidos e China, alternativas ao uso de fontes não renováveis, como o petróleo, já são realidade, como é o caso do bicombustível. Todavia, a implantação de novas fontes de energia limpa precisam se tornar realidade, como, por exemplo, da energia fotovoltaica ou energia solar.

 

É o caso do projeto Solana: a maior usinar solar do mundo, que funcionará a partir de 2013 nos Estados Unidos. Ela será construída no ensolarado estado americano do Arizona, cujo clima árido e quente de 300 dias de sol ao ano é perfeito.

A construção da usina, idealizada por uma empresa espanhola, tem algumas características, como os coletores espelhados que terão a forma de parabólicas. Esses coletores, dispostos tal qual girassóis, seguirão a luz do sol, conseguindo assim absorver a maior quantidade possível de energia solar durante o dia.

Outra característica do projeto Solana é que, mesmo nos dias em que o sol não aparecer, a usina terá autonomia para produzir energia por até seis horas.

Em funcionamento a usina terá uma capacidade impressionante: será responsável por abastecer energeticamente em torno de 72 mil residências.

Além disso, quando devidamente em funcionamento, o Projeto Solana conseguirá fazer com que os Estados Unidos, reconhecidamente um dos maiores emissores de poluentes do mundo, deixem de emitir 475 mil toneladas de CO2 por ano na atmosfera.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.