Descarte de lixo e resíduos hospitalares

Publicado em 9 de janeiro de 2013 Comentários

descarte de resíduos hospitalaresA Norma 307 da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) regulamenta o correto procedimento que deve ser realizado com relação aos lixos hospitalares e sua destinação.

De acordo com a norma, todo o material especificado como lixo hospitalar deve ser devidamente condicionado em embalagens específicas para a sua destinação correta, e classificado da seguinte forma:

Resíduos especiais – Abrange os materiais farmacêuticos, químicos e radioativos;

Resíduos comuns ou gerais – São materiais oriundos de áreas administrativas, como sucatas, embalagens reaproveitáveis, resíduos alimentares, etc.;

Resíduos infecciosos – Compreendem os materiais que contenham sangue humano, materiais perfurocortantes, resíduos de diagnósticos, biopsias e amputações, resíduos de tratamentos como sondas, drenos e gazes, material patológico, dentre outros.

O correto condicionamento, assim como a destinação dos resíduos hospitalares deve ser realizada da seguinte forma:

Grupo 1 – Os materiais radioativos dispõem de regulamentação própria do CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear) e seu procedimento deve ser feito de acordo com essa especificação, porém, é importante ressaltar que os hospitais são os responsáveis por sua destinação final. Os materiais farmacêuticos devem ser devolvidos aos fabricantes, sendo os próprios fabricantes os responsáveis por sua correta destinação final.

Grupo 2 – Plásticos, metais, papel, papelão, vidros, assim como os demais materiais recicláveis devem receber embalagens próprias de acordo com o tipo de material e sua destinação é a reciclagem interna no próprio hospital ou a entrega como sucata para postos de reciclagem.
descarte de lixo hospitalar
Grupo 3 – Os materiais perfurocortantes devem ser alocados em caixas de papelão específicas para esta finalidade. Os demais resíduos devem ser colocados em sacos plásticos brancos, sempre identificados de forma visível com o símbolo de material infectante em sua parte frontal. A Destinação final desses materiais é a incineração ou o depósito em aterro sanitário através de sistema de coleta especial.

Produtos Relacionados

Comentários

  1. disqus_t6yxK7OcuE disse:

    oi

  2. Conciso e esclarecedor. Obrigado!

  3. Fabio Ribeiro Machado disse:

    Trabalho com coleta, transporte e destinação final de RSS. Todas essas informações obtidas através da Fragmaq me foram de grande valia. O site tá de parabéns, obrigado.

    1. Fragmaq disse:

      Oi Fabio, tudo bem?
      Obrigado pelos elogios e continue acompanhando nosso blog! Abraços.

  4. Veronica Amorim disse:

    Olá, preciso da orientação de vocês quanto as providências que poderemos tomar, pois na rua onde moro (uma pequena travessa) instalou-se a coisa de uma semana uma empresa empresa de coleta de lixo extraordinário; os caminhões entram e saem o dia todo inclusive madrugada e espalham pela rua o chorume fétido. Um dos funcionários deixou escapar o nome da empresa – LOCANTY embora os caminhões possuam um adesivo com nome PONTO CERTO. A rua é pequena e não comporta esse entra e sai de grandes caminhões o dia todo, além do mau cheiro e ruido que eles fazem perturbando o sono dos moradores. Qual providência podemos tomar para defender nossos direitos? Agradecerei se puderem me orientar,

    1. Fragmaq disse:

      Olá, Verônica.

      Você deve ligar ou ir pessoalmente até a sua prefeitura e verificar se o local de instalação dessa empresa está de acordo com a Lei. Caso não esteja, você pode denunciar a empresa para os órgãos competentes que a Prefeitura irá te indicar. Caso esteja dentro da Lei, a empresa não é obrigada mudar de local.

      Obrigado pelo contato e continue nos acompanhando. Abraços.

  5. Nathaly disse:

    Gostei muito das informações. Vocês tem as referências bibliográficas?

    1. Fragmaq disse:

      Olá Natahaly,

      fazemos o conteúdo do nosso blog com um time de jornalistas. Não faz parte da rotina listarmos nossas referência bibliográficas. Esse post em específico as informações foram tiradas dos órgãos oficiais brasileiros (ANVISA e CNEN) disponível pela lei do acesso à informação brasileira.

  6. Josenildes Gomes da Silva disse:

    Achei o texto bastante interessante. Gostaria de saber sobre o destino dos resíduos domiciliares incluindo os perfuro cortantes.

    Josenildes Silva
    Enfermeira

    1. Fragmaq disse:

      Que bom que gostou Josenildes! Continue acompanhando nosso blog para mais notícias relacionadas.
      A Destinação final des perfurocortantes é a incineração ou o depósito em aterro sanitário através de sistema de coleta especial. Ou seja, o hospital deve ter instalado um sistema que queima tais objetos ou ter uma empresa de coleta contratada para descartar os objetos em aterros.

  7. Susana Paredes alves disse:

    Realmente gostei muito da matéria referente a tratamento do resíduo hospitalar. Gostaria de saber se tens algum curso nessa área para indicar.

    1. Fragmaq disse:

      Olá Susana!
      Que bom que gostou da nossa matéria. Não há especificamente um curso de reciclagem hospitalar na grade de escolas e centros de formação. Eles aparecem ocasionalmente e apenas em algumas cidades. A própria ANVISA tem alguns cursos em sua página na internet. Também há um curso anual promovido pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica em São Paulo, acesse esse link para mais informações. Normalmente esses cursos são encomendados por hospitais e clínicas junto a empresas de ensino como a Interensino, que já promoveu um curso na área, entre outras instituições. Obrigado pelo contato e continue acompanhando nosso blog. Abraços.

  8. Sandra Helena disse:

    Adorei as informações do site, estamos sempre aprendendo a cuidar do nosso meio ambiente . mande artigos sobre o assunto

    1. Fragmaq disse:

      Olá Sandra!

      Que bom que você gostou do conteúdo do nosso blog, continue acompanhando, sempre temos matérias interessantes sobre sustentabilidade e meio ambiente.

      Abs.

Topo Voltar