Conheça as formas de reciclagem do lixo

iStock.com / hroe A reciclagem de lixo consiste no reaproveitamento da matéria-prima de um produto descartado para a confecção de um novo.

O aumento do lixo tende a ser proporcional ao da população e do crescimento industrial no mundo, sendo impulsionado pela cultura consumista que assola a sociedade. O descarte do lixo é um desafio para a maioria das grandes cidades, e a reciclagem tem se destacado como uma das melhores soluções para minimizar a poluição e reduzir o impacto ambiental que a criação de novos produtos proporciona.

Reciclagem: o que é e qual a importância?

A reciclagem consiste no reaproveitamento da matéria-prima de um produto descartado para que seja confeccionado um novo, que seja semelhante ou não ao produto original. Esse processo é um gerador de riquezas, já que a reciclagem permite a redução de custos e ajuda consideravelmente na preservação da natureza.

As matérias-primas mais comuns de reciclagem são papel, alumínio, plástico e vidro, materiais geralmente recolhidos pela coleta seletiva de lixo ou por catadores. Elas são vendidas para empresas de reciclagem ou para as indústrias originárias dos produtos, que realizarão processos de logística reversa e reaproveitamento dos materiais.

É cada vez maior o número de locais disponíveis para o descarte de material a ser reciclado, um crescimento que está muito associado ao aumento da conscientização a respeito da importância da reciclagem.

Tipo de lixo que podem ser reciclados

É grande a lista de materiais que podem ser reciclados. Apesar de papel, alumínio, plástico e vidro serem passíveis de reciclagem, nem todos os objetos com essas matérias-primas suportam o processo. Para te ajudar a separar os materiais certos para reciclagem, fizemos abaixo uma lista de cada um dos itens que podem passar por esse processo:

Papel

É possível reciclar cadernos, impressos, jornais, revistas, envelopes, papel de fax, fotocópia, caixas de papelão, embalagens, listas telefônicas, cartazes e folders. Por outro lado, não é possível reciclar papéis gordurosos e sujos, fitas adesivas, papéis plastificados, fotográficos e parafinados.

Plástico

As garrafas PETs são as mais procuradas para reciclagem plástica, seguida de potes, copos, embalagens, utensílios plásticos, frascos, sacos e sacolas. Porém, não podem ser recicladas as fraldas, embalagens metalizadas e esponjas, além de cabos de panela, plásticos termofixos, com acrílico ou papel-celofane.

Metal

Latinhas de bebidas, latas de produtos de conserva, tampinhas de garrafa, pregos, papel-alumínio limpo e descartáveis. Mas não podem ser recicladas as latas que contenham verniz, inseticida ou aerosol, assim como clipes e tachas.

Vidros

Podem ser recicladas garrafas, potes, frascos, copos. Mas não podem os espelhos, vidros temperados, refratários, louça de porcelana e lâmpadas.

Tipos de reciclagem do lixo

Há diversas formas de reciclagem possíveis, cada uma adequada a matéria-prima e o produto que se deseja obter. Os plásticos são divididos em grupos de termoplásticos e termorrígidos. Os termoplásticos derretem em altas temperaturas e podem ser moldados para ganhar uma nova forma, enquanto os termorrígidos não são capazes de derreter, sendo incapazes de passar por uma reciclagem tradicional.

Dentre as formas de reciclagem plástica estão:

  • Reaproveitamento por refusão ou remoldagem, que consiste na lavagem, fragmentação e trituração;
  • Despolimerização, que recupera os monômeros de plástico por processos químicos ou térmicos;
  • Transformação de plástico, que produz materiais derivados de um de baixa qualidade para outro superior;
  • Queima para obter energia.

Para a reciclagem de papel, ele sofre uma triagem prévia que o classifica de acordo com a qualidade, origem e conteúdo. Em seguida, o material é triturado para dimensões pré-fixadas, sendo posteriormente oferecido para empresas que vão produzir novos objetos.

Na reciclagem de metais, é preciso fazer uma triagem que separa materiais ferrosos — como o ferro e aço — e não ferrosos, como o cobre, alumínio, bronze, níquel, zinco, chumbo e latão. Cada um desses itens passa por um processo diferente de reciclagem, mas o processo geralmente é feito por meio de aquecimento, em que os produtos são derretidos para dar forma a novos objetos.

Metade dos vidros comercializados hoje no país é reciclada, e os números vêm aumentando anualmente. A reciclagem de vidro utiliza o dióxido de silício como principal auxiliar no processo, e o material é triturado e liquefeito até se tornar matéria-prima industrial.

Compartilhe:

Entre em Contato com a Fragmaq

Quer conhecer nossos equipamentos e serviços ou compartilhar alguma dica sobre sustentabilidade? Preencha o formulário e envie sua solicitação. Nossa equipe está à disposição para ouvi-lo.

  • seta